Atenção ECV'S

Conforme a Comunicação CET/DGCV nº 05/2024, as Empresas Credenciadas de Vistoria (ECV's) devem realizar a atualização de seus dados cadastrais de e-mail e telefone, no Sistema de Credenciamento de Empresas (SCE), até o dia 2 de maio de 2024.

Alterações

Solicitar adaptação de baú removível em uma motocicleta ou motoneta.

Informar Dados
Exibir Resultados
Opções de Pagamento/Emitir Ficha de Cadastro
O QUE É ?

O(A) proprietário(a) que deseja realizar a adaptação de baú removível na motocicleta ou motoneta deverá seguir as orientações de acordo com a sua modalidade, para constar na base de dados da Coordenadoria Estadual de Gestão de Trânsito (CET-MG), antigo Detran-MG, no Certificado de Registro de Veículo (CRV) e no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). 

ETAPAS

 1 - Preencher o formulário eletrônico 

Você deverá preencher o formulário eletrônico e imprimir a Ficha cadastro e o Documento de Arrecadação Estadual (DAE).

Alteração de Características do Veículo

Outras Alterações Permitidas

* campos obrigatórios

 

2 - Pagar o DAE 

 

Para gerar a 2ª via do DAE: 
Nos municípios que não possuem ECV, clique aqui. 

Nos municípios que já possuem ECV, clique aqui. 

 

 3 - Agendar a vistoria 

Para o agendamento da vistoria, obrigatório em alguns municípios, você deve, antes de agendar, realizar o pagamento do DAE. Verifique se o seu município requer agendamento. Para agendar a vistoria, acesse -> Agendamento de Vistoria;

O agendamento será disponibilizado somente após a baixa do pagamento, que pode demorar algumas horas. 

Para agendar a vistoria na ECV, clique aqui. 

Para municípios que ainda não possuem ECV, acesse aqui. 

 

5 - Solicitar emissão de documentos da unidade de trânsito 

Após ter o veículo aprovado na vistoria, você deverá solicitar a emissão dos documentos alterados. O proprietário receberá o número do CRV-e, com esse poderá emitir o novo CRLV-e no site da Coordenadoria Estadual da Gestão de Trânsito (CET-MG), antigo Detran-MG, no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) ou no Portal de Serviços do Senatran. 

UNIDADES ONDE O SERVIÇO É PRESTADO

Belo Horizonte: 
Divisão de Registro de Veículo (DRV) 

Cidades do interior de Minas Gerais:  
Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran)

  • Mudanças acumulativas: O(A) proprietário(a) poderá realizar mais de uma alteração de características do veículo em um único processo, seguindo os procedimentos e apresentando os documentos necessários para cada alteração solicitada. Este processo permite o pagamento de um único Documento de Arrecadação Estadual (DAE) para todas as mudanças que forem feitasjuntas. Nesse caso, ao preencher o formulário eletrônico, o(a) interessado(a) deverá assinalar também as outras mudanças que deseja fazer no veículo.

ATENÇÃO! Caso as alterações sejam solicitadas separadamente, será necessário o pagamento de um DAE para cada alteração. 

  •   Para realizar a adaptação de baú removível, todos os débitos deverão estar quitados e atualizados no sistema do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Taxa de Licenciamento, Seguro, Multas e a baixa de impedimentos se houver). 

  •   A responsabilidade pelos dados prestados é exclusiva do proprietário do veículo e/ou seu responsável legal. Caso seja informado dados incorretos, o registro do veículo e a emissão do documento poderão ser afetados, de modo que, para atualizar o cadastro do veículo será necessário efetuar o pagamento de uma nova taxa e realização de nova vistoria de identificação veicular. 

  •   O tempo da vistoria de veículo nao  CET-MG é de 15 minutos (em média). 

  •  Todos os casos não previstos deverão ser analisados pelas unidades de atendimento do município. 

Será considerado válido somente documento de identidade conforme a lei 12.037/2009
Documentos Necessários

Será considerado válido somente documento de identidade conforme a Lei 12.037/2009

Proprietário do Veículo:

  • Documento de identidade atualizado com CPF (original);
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) em branco (original);
  • Documento de Arrecadação Estadual (DAE) quitado;
  • Ficha de Cadastro devidamente preenchida e assinada pelo proprietário do veículo;
  • Comprovante de procedência e justificativa da propriedade dos componentes e agregados montados ou adaptados no veículo (Nota Fiscal).

Parentes (pai, mãe, filho (a), irmão (a), marido e esposa):

Além dos documentos exigidos para o proprietário, apresentar também:

  • Documento de identidade atualizado com CPF de quem irá comparecer (original e cópia);
  • Documento de identidade atualizado com CPF do proprietário do veículo (original ou cópia autenticada);
  • Certidão de casamento, não havendo o documento de identidade deverá apresentar nos casos de parentes original ou cópia autenticada. 

Procurador:
Além dos documentos exigidos para o proprietário, apresentar também:

  • Procuração pública lavrada em cartório (original ou cópia autenticada);
  • Documento de identidade atualizado com CPF do procurador (original e cópia);
  • Documento de identidade atualizado com CPF do proprietário do veículo (original ou cópia autenticada).

 Proprietário do Veículo/Empresa:

  • Documento de identidade atualizado com CPF(original);
  • Cartão do CNPJ com menos de 90 dias;
  • Contrato social (original ou cópia autenticada);
  • Documento de Arrecadação Estadual (DAE) quitado;
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) em branco;
  • Ficha de Cadastro devidamente preenchida e assinada pelo proprietário do veículo;
  • Comprovante de procedência e justificativa da propriedade dos componentes e agregados montados ou adaptados no veículo (Nota Fiscal).

Procurador Público:

Além dos documentos exigidos para o proprietário, apresentar também:

  • Procuração pública lavrada em cartório (original ou cópia autenticada);
  • Documento de identidade atualizado com CPF do procurador (original e cópia);
  • Documento de identidade atualizado com CPF do proprietário do veículo/empresa (original ou cópia autenticada). 
Valor
  • Nos municípios que não possuem ECV: R$ 126,71. 

    Nos municípios que já possuem ECV os valores a serem pagos pelo cidadão serão divididos da seguinte forma:  

    Emissão da DAE: R$ 5,28. 

    Vistoria na ECV: R$ 121,43 (pago na própria ECV).